Archives for ASP.NET WEB API 2

ASP.NET WEB API 2

Swagger – Documente seu ASP.NET Web API Rest


Fala Galera, Hoje meu post irá falar sobre como podemos documentar nossas API REST. Documentar nunca foi e nunca será uma tarefa das mais legais geralmente é monótono, cansativo e trabalhoso. Documentação tende-se a se perder a longo do tempo e facilmente ficar desatualizado. E ai que surgiu o Swagger, ele é um framework que automatiza a documentação, com ele você pode descrever, consumir e visualizar sua API REST. O interessante do Swagger é que ele mantém sua documentação sempre sincronizada tanto no lado cliente quanto no lado servidor já que ele está integrado diretamente ao código. Swagger é um Framework multi...
Continuar Lendo »
ASP.NET WEB API 2

Utilizando o tipo HttpResponseMessage em serviços Web API


Embora conte com o padrão XML como uma de suas opções nativas para a serialização de dados, o ASP.NET Web API não suporta o uso deste formato em Actions cujo retorno seja um tipo anônimo ou dinâmico. A tentativa de realizar uma operação deste gênero resultará em erro (algo que não aconteceria ao se empregar JSON), limitando a princípio a utilização de XML apenas a referências criadas a partir de classes concretas. Informações sobre tal problema podem ser encontradas no seguinte artigo: http://bit.ly/desativar-xml-web-api Por mais que a situação levantada represente uma restrição, existe ainda assim uma alternativa: a utilização...
Continuar Lendo »
ASP.NET WEB API 2

Arquitetura Orientada a Serviços (SOA): uma visão geral


Arquivos contendo agrupamentos de dados foram uma das primeiras formas de integração entre sistemas. Ainda em uso atualmente, esta alternativa costuma ser empregada muitas vezes na transferência de grandes lotes de informações. Vale destacar que o uso de arquivos é um tipo de prática bastante comum no desenvolvimento para aplicações de mainframe, bem como na implementação de processos de carga para soluções de Business Intelligence (BI). Além de arquivos de texto, outros formatos como CSV e planilhas do Excel (.xls/.xlsx) também são utilizados com alguma frequência. O advento dos Web Services no começo dos anos 2000 revolucionou a comunicação...
Continuar Lendo »
ASP.NET WEB API 2

Acessando serviços RESTful com a biblioteca RestSharp


O modelo conhecido como REST (sigla de “Representational State Transfer”) tem sido cada vez mais utilizado na implementação de serviços em diferentes plataformas, correspondendo a uma das bases empregadas na concepção de tecnologias como o ASP.NET Web API e o Node.js. Levando em conta tal cenário, é inegável que em algum momento desenvolvedores .NET precisem consumir dados disponibilizados por aplicações deste tipo. Uma solução simples e que pode atender de forma satisfatória a este tipo de demanda é a biblioteca RestSharp, um projeto open source que disponibiliza diversos recursos com vistas a facilitar a interação com serviços RESTful. Este...
Continuar Lendo »
Arquitetura

WCF x Web API: comparando as tecnologias .NET para implementação de serviços


O surgimento de tecnologias como XML e o advento dos Web Services foram, sem sombra de dúvidas, acontecimentos de fundamental importância do ponto de vista da integração entre sistemas informatizados. Além de possibilitar o compartilhamento de informações em tempo real, tais estruturas transformaram de maneira profunda a atuação de organizações nos mais variados ramos de negócio. Focando no desenvolvimento de serviços que fazem pleno uso das capacidades do framework .NET, a tecnologia WCF foi concebida com o intuito de fornecer alternativas aos mais variados cenários. Outra preocupação da Microsoft ao disponibilizar este framework foi possibilitar uma fácil aderência das...
Continuar Lendo »
ASP.NET WEB API 2

Compressão em serviços Web API – Parte 2


Em um post anterior abordei o uso de técnicas de compressão em serviços Web API, empregando um package do NuGet que simplifica em muito este tipo de tarefa. Neste novo artigo a ideia é concluir esta série, através de um exemplo prático que demonstra como o serviço criado pode ser consumido em uma aplicação-cliente. Consumo o serviço Web API de testes Para a implementação do projeto descrito neste artigo foram utilizados os seguintes recursos: O Microsoft Visual Studio Community 2015 como IDE de desenvolvimento; O .NET Framework 4.6; O Microsoft ASP.NET MVC 5; O package Microsoft ASP.NET Web API 2.2...
Continuar Lendo »
ASP.NET WEB API 2

Compressão em serviços Web API


É inegável a importância que os Web Services adquiriram dentro da área de tecnologia, sobretudo se consideradas situações que envolvam a transferência de informações em tempo real. Independentemente do tipo integração a que se prestem, estas construções podem trafegar quantidades consideráveis de dados por uma rede. Levando em conta estes fatos, é fácil chegar à conclusão de que questões envolvendo performance podem adquirir uma importância vital em muitos ramos de negócio. Empresas de e-commerce e instituições bancárias constituem bons exemplos disto. Diante destas preocupações, a utilização de técnicas de compressão pode se revelar como uma excelente opção nestes cenários,...
Continuar Lendo »
ASP.NET WEB API 2

Métodos com nomes customizados no ASP.NET Web API


O framework ASP.NET Web API permite a implementação de serviços HTTP capazes de serem consumidos por clientes das mais variadas plataformas (browsers baseados em JavaScript, aplicações mobile ou, até mesmo, sistemas desktop). Atualmente na versão 2.2, o ASP.NET Web API vem sendo utilizado extensivamente para a implementação de serviços baseados na arquitetura REST (sigla do inglês “Representational State Transfer”), adotando ainda um modelo similar àquele empregado em aplicações baseadas no ASP.NET MVC (com serviços sendo declarados como Controllers, ao passo que as operações destes últimos correspondem a Como é do conhecimento daqueles que estão familiarizados com o desenvolvimento nesta...
Continuar Lendo »