vs2015-extensoes-00

Contando com numerosos recursos que propiciam uma maior produtividade e simplificam a implementação de soluções de software, o Visual Studio é certamente uma das ferramentas para desenvolvimento mais completas e populares da atualidade. Muito embora as funcionalidades existentes atendam de forma satisfatória desenvolvedores dos mais variados segmentos, esta IDE oferece ainda a possibilidade de criação e utilização de extensões capazes de expandir suas capacidades originais.

O objetivo deste artigo é apresentar, de forma breve, algumas extensões que podem ser úteis no dia-a-dia de profissionais que dependam do Visual Studio 2015:

  • GitHub Extension for Visual Studio;
  • Code Cracker;
  • SpecFlow for Visual Studio 2015.

Instalando extensões no Visual Studio 2015

A instalação de extensões no Visual Studio 2015 deve ser feita acessando o menu “Tools” e, em seguida, a opção “Extensions and Updates…” (como indicado na Imagem 1). Uma tela possibilitará a pesquisa de complementos registrados para uso a partir da IDE.

vs2015-extensoes-01
Imagem 1: Instalando uma extensão no Visual Studio 2015

GitHub Extension for Visual Studio

O GitHub representa atualmente uma das principais alternativas no que se refere a mecanismos para controle de versão em projetos de software. Oferecido gratuitamente na Web (há ainda a possibilidade de pagamento para uso de repositórios privados), este serviço vem sendo utilizado em larga escala por desenvolvedores envolvidos na produção de soluções open source.

Grandes companhias, além de instituições governais espalhadas ao redor do globo, estão entre alguns dos usuários do GitHub. É importante destacar ainda que a própria Microsoft utiliza hoje este serviço, hospedando no mesmo importantes projetos da plataforma .NET como o Entity Framework 7, o ASP.NET 5 (vNext), o .NET Core 5 e o .NET Compiler Plataform (Roslyn).

Assim como acontece em versões anteriores, o Visual Studio 2015 conta com uma extensão que simplifica o uso do GitHub a partir da IDE (Imagem 2).

vs2015-extensoes-02
Imagem 2: Extensão para uso do GitHub no Visual Studio 2015

Um tutorial completo demonstrando a utilização desta extensão pode ser encontrado no link a seguir:

http://social.technet.microsoft.com/wiki/pt-br/contents/articles/32376.utilizando-o-github-no-visual-studio-2015.aspx

Code Cracker

Surgido de uma iniciativa envolvendo MVPs brasileiros (Giovanni Bassi, Elemar Jr. e Carlos dos Santos), o Code Cracker é uma extensão que busca aumentar a produtividade do desenvolvedor e que está baseada no novo mecanismo de compilação da plataforma .NET (Roslyn). Utilizando recursos de análise de código, este complemento é capaz de sugerir refatorações em conformidade com boas práticas ou mesmo levando em conta os novos recursos do C# 6.0 e do VB 14.

Outro ponto importante a ser destacado está no fato de se tratar de um projeto open source. Desenvolvedores interessados podem contribuir auxiliando na correção de eventuais bugs ou, mesmo, propondo melhorias (toda a solução que compõe o Code Cracker encontra-se hospedada no GitHub).

Maiores informações sobre o projeto podem ser encontradas no link:

https://github.com/code-cracker

Assim como aconteceu com a extensão anterior, o Code Cracker pode ser instalado como um complemento no Visual Studio 2015. É o que demonstra a Imagem 3.

vs2015-extensoes-03
Imagem 3: Extensão para uso do Code Cracker no Visual Studio 2015

Na Listagem 1 está um trecho de código que será utilizado para demonstrar o Code Cracker em ação. Analisando a estrutura da classe Program é possível observar o uso de “placeholders” na chamada ao método WriteLine do tipo Console (tais placeholders representam, por sua vez, strings a serem incluídas em trechos específicos de uma sequência de texto).

using System;

namespace ExemploCodeCracker
{
    class Program
    {
        static void Main(string[] args)
        {
            string descCidade = "São Paulo";
            string siglaEstado = "SP";

            Console.WriteLine("Cidade de origem: {0} - {1}", descCidade, siglaEstado);

            Console.ReadKey();
        }
    }
}

Listagem 1: Exemplo de utilização de placeholders em uma string

Com o cursor para edição posicionado na linha em que o método WriteLine é invocado, aparecerá um ícone com uma lâmpada (“light bulb”). Ao acionar no lado esquerdo da tela as opções oferecidas por este atalho constará o item “Change to string interpolation” (Imagem 4): esta funcionalidade permite visualizar como seria a refatoração do código, ao substituir o uso de placeholders pelo recurso de String Interpolation (novo mecanismo que integra o C# 6.0).

vs2015-extensoes-04
Imagem 4: Utilizando o Code Cracker para refatoração de código

Confirmar então esta modificação, de forma que a chamada a Console.WriteLine faça uso desta nova funcionalidade que integra a linguagem C# (Imagem 5).

vs2015-extensoes-05
Imagem 5: Código refatorado após uso do Code Cracker

SpecFlow for Visual Studio 2015

A utilização de frameworks para a execução de testes automatizados é uma prática incentivada pelas principais metodologias ágeis. Diversas abordagens foram concebidas com o intuito de facilitar a adoção deste tipo de técnica, sendo que a metodologia conhecida como Behavior-Driven Development (BDD) constitui um bom exemplo neste sentido.

Partindo de “user stories” (histórias) que descrevem os comportamentos esperados para as funcionalidades de um sistema, diversos frameworks que suportam BDD fazem uso destes artefatos como base para o processamento de testes automatizados. No caso específico da plataforma .NET, o SpecFlow corresponde a uma das alternativas mais utilizadas. Este framework conta inclusive com uma extensão que viabiliza a sua integração ao Visual Studio (Imagem 6), com os resultados do processamento de testes sendo exibidos na janela “Test Explorer”.

vs2015-extensoes-06
Imagem 6: Extensão para uso do SpecFlow no Visual Studio 2015

Na Imagem 7 é possível observar a elaboração de uma user story a partir do SpecFlow no Visual Studio 2015. A extensão que possibilita o uso deste framework conta inclusive com recursos similares ao IntelliSense, de forma a facilitar a codificação de uma história.

vs2015-extensoes-07
Imagem 7: Codificando uma user story com o SpecFlow

Maiores informações a respeito da utilização do SpecFlow podem ser encontradas no seguinte tutorial:

http://www.devmedia.com.br/behavior-driven-development-na-plataforma-net/33372

Conclusão

A intenção com este artigo foi apresentar algumas extensões gratuitas que podem ser úteis no dia-a-dia de desenvolvedores que utilizam o Visual Studio. No link a seguir é possível encontrar outros complementos disponibilizados para as diferentes versões desta IDE:

https://visualstudiogallery.msdn.microsoft.com/

Espero que este conteúdo possa ter sido útil.

Até uma próxima oportunidade!

Renato Groffe

Atua como consultor em atividades voltadas ao desenvolvimento de softwares há mais de 13 anos. Bacharel em Sistemas de Informação, com especialização em Engenharia de Software. Microsoft Certified Technology Specialist (Web, WCF, Distributed Applications, ADO.NET, Windows Forms), Microsoft Specialist (HTML5 with JavaScript and CSS3, Developing ASP.NET MVC 4 Web Applications), Oracle Certified Associate (PL/SQL), Sun Certified (SCJP, SCWCD), ITIL Foundation V2, Cobit 4.1 Foundation.

Facebook Google+ 

Comentários

comentarios