Tag archives for Transact-SQL

Transact-SQL

Primary e Foreign Keys – Parte II


Foreign Key  Eae pessoal, tudo bem?. Vamos continuar nossos estudos sobre Primary  Key e Foreign Key, lembrando que para continuar é necessário ter lido a primeira parte (http://netcoders.com.br/primary-e-foreign-keys).   Voltando para nosso assunto sobre portas e chaves, vamos supor que eu tenho a uma tabela chamada porta, mas eu preciso de uma cópia de uma chave de uma porta para dar para uma pessoa, então como fazer uma cópia idêntica dachave e atribuir para outra pessoa? Preciso de uma referência daquela chave para que uma outra pessoa possa utiliza-la, porém, como vimos no último post, não posso criar uma primary key com o mesmo...
Continuar Lendo »
Bibliotecas e Ferramentas

Ferramentas Online para Desenvolvedores


É comum que em seu trabalho rotineiro desenvolvedores se vejam forçados a formatar expressões SQL extensas, converter código JSON para construções equivalentes em .NET ou, mesmo, reduzir o tamanho de uma imagem de que um site depende. Muitas destas atividades costumam ser realizadas de forma “manual”, consumindo parcelas significativas de tempo (as quais poderiam ser melhor utilizadas em tarefas mais construtivas). O objetivo deste post é apresentar algumas ferramentas online que podem ser úteis no dia-a-dia de profissionais da área de programação. Todos as soluções mencionadas são gratuitas, estando hospedadas em sites de uso bem intuitivo. FreeFormatter.com: formatando expressões...
Continuar Lendo »
Transact-SQL

Primary e Foreign Keys – Parte I


Primary Key e Foreign Key – Parte I  Eae pessoal, hoje vou comentar sobre uma das coisas mais importantes na hora de se criar uma tabela em qualquer banco de dados. O que é Primary key? Primary key ou chave primária, em resumo é um índice da sua tabela no qual o valor de seu conteúdo é : único, estático (não deve ser alterada) e JAMAIS será nulo. Exemplo de Primary Key Vamos utilizar duas analogias, pois inicialmente é de difícil a compreensão e é um assunto de extrema importância para performance. Como a própria palavra contém chave vamos pensar...
Continuar Lendo »
Transact-SQL

Introdução a Banco de Dados


Introdução a banco de dados Eae pessoal,  gostaria de dar uma breve introdução sobre banco de dados em geral, sem especificar  um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados.  O que é um banco de dados? Um banco de dados nada mais é do que um local aonde você armazenada seus dados. Mas o que são dados? Gosto muito de fazer uma analogia de dados com um relatório. No relatório acima temos Nome, Idade e Estado , o Nome “Aline” é um dado pois todos os relatórios possuem um padrão a ser seguido : Nome, Idade e Estado , o...
Continuar Lendo »
Transact-SQL

Inserindo o retorno de uma stored procedure em uma tabela do SQL Server


Considerando a forma como o SQL Server é utilizado no dia-a-dia em muitas organizações, é possível afirmar sem hesitação que grande do desenvolvimento em T-SQL gira em torno da construção de stored procedures. Muitas destas rotinas são implementadas com o intuito de produzir resultados em um formato tabular, empregando para isto uma consulta SQL simples ou até agrupamentos mais complexos de instruções (podendo envolver neste caso uma série de cálculos ou, mesmo, junções de dados provenientes de diferentes fontes). Embora menos frequente, há a possibilidade de que em algum momento o retorno produzido por uma stored procedure precise ser...
Continuar Lendo »
Transact-SQL

Importando arquivos .csv no SQL Server através do comando BULK INSERT


O uso de arquivos .csv para a integração entre diferentes sistemas representa uma prática bastante comum no ambiente corporativo, sendo que o próprio pacote Office (por meio do Excel) oferece suporte a este formato. O padrão CSV (sigla do inglês “Comma-separated values”) é empregado costumeiramente na representação de dados em um formato tabular. Arquivos deste tipo possuem a extensão .csv e, basicamente, nada mais são do que sequências de texto separadas por um símbolo especial (geralmente caracteres como vírgula ou ponto-e-vírgula são utilizados em tais representações). No caso específico do SQL Server, é importante destacar que este SGBD também...
Continuar Lendo »
Transact-SQL

Executando INSERTs, UPDATEs e DELETEs em uma única instrução no SQL Server: utilizando o comando MERGE


Rotinas para a sincronização de dados em bancos relacionais costumam ser implementadas através do uso extensivo de instruções DML como INSERT, UPDATE e DELETE. Exemplos comuns deste tipo de tarefa incluem procedimentos para a atualização de listas de preços de produtos, lançamentos contábeis e/ou financeiros, apontamentos com horários de entrada e saída de funcionários, dentre outras formas de informação. Este trabalho envolve geralmente a manipulação de múltiplos registros, não sendo raros os casos em que o código gerado faz uso de estruturas condicionais, loops e cursores. A intenção por trás disto é efetuar iterações em um conjunto de valores...
Continuar Lendo »
Transact-SQL

Transformando colunas em linhas no SQL Server: utilizando o operador UNPIVOT


Num post anterior abordei o uso do operador PIVOT na conversão de dados retornados por consultas no SQL Server. Possibilitando a transformação de valores associados a linhas em novas colunas, este comando dispensa os desenvolvedores da necessidade de escrever extensos trechos de código na realização deste tipo de tarefa. Neste novo artigo abordarei o processo inverso, em que os valores de colunas servirão de base para reagrupar as informações em linhas. Isto será possível através do uso do operador UNPIVOT. Exemplo de utilização do operador UNPIVOT O exemplo demonstrado aqui fará uso de uma tabela chamada “CotacoesPorData”. Essa estrutura...
Continuar Lendo »
Transact-SQL

Transformando linhas em colunas no SQL Server: utilizando o operador PIVOT


Os bancos de dados relacionais representam, sem sombra de dúvidas, um mecanismo de fundamental importância nas organizações. Projetados para o armazenamento de grandes volumes de informações num formato estruturado, estes repositórios fornecem meios para a condução das operações cotidianas nos mais variados segmentos. A partir de bases relacionais é possível também a geração de diversas análises sob a forma de relatórios, sendo este um importante instrumento no controle e gerenciamento das atividades dentro de uma companhia. A construção de relatórios implica muitas vezes na necessidade de transformar os dados provenientes de tabelas relacionais, viabilizando com isto a obtenção de...
Continuar Lendo »